sexta-feira, 9 de março de 2018

A história do Alfredo

O Alfredo é de Mahipa e já estive com ele várias vezes, mas foi a primeira que mais me impressionou. Encontrava-se de novo num estado completamente lastimável e o cheiro era insuportável. As suas feridas começaram de novo a abrir por falta de cuidados. Tomar banho não é com ele e nem mesmo vir ao posto fazer o penso. O penso deveria ser feito todos os dias mas ele só vem quando lhe apetece. As suas feridas parecem autênticas queimaduras, aliás quando fui revelar as fotos que lhe tirei, as pessoas perguntaram se seria queimadura, e ficaram bastante impressionadas quando a resposta foi – lepra. Não sei como é possível uma pessoa chegar a este ponto...

Sandra Figueiredo
(Voluntária APARF)



Sem comentários:

Enviar um comentário